Nova linha de credito para bem-estar animal

Jul 5, 2013

O Governo Federal acaba de aprovar uma linha de crédito especial para produtores dispostos a melhorar as condições de vida dos animais de produção. Os investimentos ocorrerão, sobretudo, em projetos de inovação tecnológica, e aumento da produtividade das empresas brasileiras, atendendo àqueles que desejam investir em melhorias para o bem-estar animal.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI) e Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) lançaram em maio deste ano um edital de seleção pública conjunta de apoio à Inovação Tecnológica no Setor de Agronegócio – Inova Agro (2013).

“A aprovação da nova linha de crédito é um avanço qualitatívo no cenário brasileiro de financiamento tanto para os pequenos e médios produtores, quanto para as cooperativas da agroindústria. Alguns itens como a gestação coletiva de suínos, comprovadamente mais sustentável, terão um aumento do nível de bem-estar animal, ampliando assim a competitividade da agroindustria brasileira em um   momento onde os mercados internacionais demandam qualidade e rastreabilidade” , ressalta o Diretor Nacional da WSPA Brasil, Reinaldo Lourival. 

Investimentos em inovação

O objetivo do edital foi selecionar projetos, cujos planos de negócios contemplem projetos voltados para a inovação em tecnologias aplicáveis nas áreas de insumos, processamento, máquinas e equipamentos para o agronegócio. Será disponibilizado R$ 1 bilhão pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) para as operações contratadas no período de 2013 e 2014. Está previsto mais R$ 2 bilhões para os próximos editais, que ainda não possuem data marcada.

“Essa iniciativa contribuirá muito para o fomento e a aplicação das boas práticas para o bem-estar animal no Brasil. As linhas poderão ser utilizadas por produtores rurais e cooperativas no limite de até 1.000.000, 00 (um milhão) por produtor, ou cooperativa com juros de 3,5% ao ano” destaca Andrea Parrilla do MAPA.

A iniciativa faz parte do Plano Inova Empresa, lançado em março pelo Governo Federal, que contempla empresas brasileiras de todos os portes dos setores industrial, agrícola e de serviços. Até 2014 serão aplicados R$ 32,9 bilhões por meio de crédito, subvenção econômica, investimento e do financiamento a instituições de pesquisa para inovação de setores como Cadeia Agropecuária, Complexo de Saúde, Energia, Petróleo e Gás, Complexo Aeroespacial e Defesa e Tecnologias da Informação, Comunicação (TICs) e Sustentabilidade Socioambiental.

Mais informações no site do BNDES.

Fonte: Assessoria de Imprensa da WSPA e do MAPA

blog comments powered by Disqus
Page tools:
Imprima esta Página

Conecte-se com a WSPA Brasil no:

Facebook siga-nos no twitter assista nosso canal de vídeos no youtubeencontre-nos no flickr