Conheça uma nova raça

Kegg Farm

Nas regiões rurais da Índia, uma nova raça de galinha criada solta é cada vez mais comum. Ela consegue ciscar, construir ninhos e fazer tudo aquilo que se espera de uma galinha normal. É fato que galinhas felizes podem gerar benefícios surpreendentes. Este tipo de galinha já vem ajudando no combate à pobreza do país, enriquecendo os hábitos alimentares dos indianos e proporcionando um ofício às mulheres em mais de 1 milhão de lares.

A galinha kuroiler é uma criação da empresa Keggfarms, que vem buscando conceber melhores formas de vida através de práticas agrícolas inovadoras. A empresa fornece, a um custo baixo, esta raça específica de galinha para famílias pobres. Os resultados têm sido extraordinários.

Vivendo de maneira natural: Criada em liberdade, a kuroiler é uma raça de ave bastante resistente, podendo voar para escapar de predadores e se alimentar com restos de comida. Ao contrário das aves confinadas em gaiolas e artificialmente engordadas em fazendas de criação com lógica industrial, a kuroiler gosta de espaços abertos e é mais saudável, apresentando crescimento menos acelerado, porém maior longevidade.

Uma dieta mais saudável: Somente em Bengala Ocidental, a raça kuroiler já foi adotada em mais de 300 lares, o que não causa surpresa, se levarmos em conta que poucas famílias indianas têm acesso garantido à comida durante todos os meses do ano. Os ovos e a carne da kuroiler constituem fontes de alimento e de renda complementares, sendo consumidos pelas crianças nos lares mais pobres.

Fonte de renda extra: Os ovos e a carne da kuroiler oferecem um ótimo retorno financeiro para as famílias pobres e sem terra da Índia, já que se trata de uma ave barata e de criação simples. Capitalizando este tipo de criação, os proprietários de kuroilers vêm sendo bastante bem-sucedidos, logrando vender sua produção a preços bem competitivos no mercado, tendo sido, inclusive, chamados de “empresários rurais” pela Business India Innovation Awards.

Criando igualdade: Milhares de mulheres indianas têm conseguido se emancipar financeiramente através da criação de galinhas kuroiler. Elas investem o que lucram em seus próprios lares, comprando remédios, investindo na educação dos seus filhos e garantindo comida na mesa.

Centrando-se neste tipo de criação, o modelo econômico humanitário desenvolvido pela Keggfarms, possibilita a famílias de baixa renda, comer melhor e gerar renda extra, mostrando queo bem-estar animal também gera benefícios para os seres humanos.

Com a sua ajuda, podemos fazer com que os líderes mundiais entendam e apóiem o aprimoramento das atuais políticas de criação de animais. Os animais não podem mais esperar. Comece a agir já e envie a sua carta para representantes da ONU para inserção do bem-estar dos animais de produção na agenda da Rio+20. >>

Page tools:
Imprima esta Página

Conecte-se com a WSPA Brasil no:

Facebook siga-nos no twitter assista nosso canal de vídeos no youtubeencontre-nos no flickr